Sobre Fotógrafo Tarik Dhiego - São Paulo/SP

Sobre

Tarik Dhiego Pereira

Minha história na fotografia é algo engraçado, a anos atrás eu era o tipo de pessoa que não suportava fotografar, menos ainda ser fotografado. Trabalhei durante um bom tempo como DJ em festas e casamentos e desde então gostei muito de estar presente nesses eventos. No dia 01/02/2016 minha noiva comentou sobre um curso de Fotografia de Eventos onde seria passado uma base de como funciona todo um Casamento e algumas dicas de Ensaios e Retratos. naquele dia eu comecei a pensar sobre o assunto e no dia seguinte eu entrei em contato com o local onde futuramente iriamos fazer o curso.

No dia 11/04/2016 fomos a nossa primeira aula onde eu estava mais perdido do que qualquer outra coisa. Eu olhava o pessoal falando sobre corpos de câmeras, lentes, flash e eu sem entender nada sobre aquele assunto.

Chegou a hora, onde como qualquer outro curso, você tem que se apresentar e dizer o equipamento que você tem, e eu, nada esperto, sentei no local onde provavelmente eu seria o último a responder. O professor ficava o tempo todo enfatizando que todos que estavam ali já tinha uma noção de fotografia e que ele não precisaria e não iria ficar falando de conceitos básicos, conceitos que eu não tinha, pois não sabia nem o básico. Chegada a minha vez de responder eu olhei para o professor e falei: "Cara, de verdade, eu não faço ideia do nome e modelo dos equipamentos, pergunta pra ela - minha noiva - aqui na frente que ela responde, afinal, temos os mesmo equipamentos... kkkkk".

Saindo da primeira aula eu pensei: "Meu, o que eu to fazendo aqui, não vou conseguir acompanhar essa galera não, eles são todos loucos com esses assuntos."

Foi então que no segundo dia de aula, dia 13/04/2016 tivemos nossa primeira aula prática e eu fiz a minha primeira foto, aquilo abriu meus olhos e me fez enxergar o mundo de uma maneira que eu jamais tinha visto. Passei e querer fotografar mais, querer saber mais sobre esse universo, busquei referências de fotógrafos que eu me identificava com o trabalho deles, busquei livros, revistas, vídeos e quando percebi eu já estava completamente envolvido com aquilo e foi quando eu tive a certeza que Amava fotografar mais do que tudo que eu já tinha feito na vida.

A fotografia abriu meus olhos para coisas que estão próximas de nós e a gente simplesmente não nota e eu vou deixar uma pergunta para você:

Quantas vezes você já parou por 10 minutos para simplesmente olhar o céu e ver o quão belo ele é?

A fotografia revelou um dom que eu tinha adormecido que simplesmente precisava de uma ajuda para acordar e hoje eu busco através das minhas lentes trazer a emoção, o amor e todo o sentimento envolvido naquele dia tão especial na sua vida e na vida de todas as pessoas envolvidas, seja ele um mega casamento, um mega ensaio, uma mega produção ou apenas uma pequena festa de família, o amor e a paixão sempre pode ser encontrado e quando encontrado ele deve sim ser registrado.